A AVALIAÇÃO DO PONTO DE VISTA EPIDEMIOLÓGICO AO DESENVOLVIMENTO DE VACINAÇÃO SARAMPO RUBEÓLA EM TIMOR-LESTE (2023).

Research Article


Abstract views: 363 / PDF downloads: 61

Authors

  • Carlos Boavida Tilman

DOI:

https://doi.org/10.58372/2835-6276.1104

Keywords:

Vigilância Epidemiológica, Sarampo, Vacina e Plano de Eliminação do Virus

Abstract

Introdução: As mudanças epidemiológica do sarampo rubéola em Timor-Leste , assim como e existência  de surtos da doença ou enfermidade nos países de vizinho, Indonesia, Maláisia e Australia e noutras regiões do mundo associados ao facto de informação e comunicação. Ser o epidemiológica atualizada ser escasca e no ponto de vista sempre estar relacionada com o estado vacinal, que dificultam na tomada de dicisões fundamentadas na área da vacinação, espesialmente no que respeito ás idades ótimas para administração de vacina de sarampo rubéola1 e  sarampo rubéola 2 (VASRP I e VASPR II) na avaliação do programa. Este estudo trata das atualizações mais recentes em relação abordagem da doença no suporte terapêutico, na vigilância epidemiológica e no incentivo a vacinação como principal forma de prevenção.

Objetivos: Pretende avaliar a adequação da estratégia vacinal contra o sarampo rubéola vigente em Timor-Leste, o que diz respeito ás idades para implementação da VASPR I e VASPR II no sentido de continuidade de eliminar a doença em território nacional.

Metodologia: Foi realizado um estudo com 90 recém-nascidos filhos de mães com diferentes estados vacinais contra o sarampo rubéola (0 dose, 1 dose e 2 doses) pelos professionais de saúde. Também foram estudadas 90 adolescentes/jovens que realizaram a VASPR II em diferentes idades. Os dados obtido provém de dois fontes de informação : historia de vacinal documentada de questionários aplicados por entrevita e informação serologica, foi obtida através de doseamento do título de anticorpos especialmente anti sarampo (ATS IgG) em soros, recorrendo ao método imune enzimático ELISA do kit EnzygnostrAnti –measles Virus/IgG do fabricante Siemens.

Discussão: A taxa de cobertura vacinal da vacina contra o sarampo aumentou de valores de pouco mais de 38% na geração nascidas antes de 2005, com uma única dose de vacina, para valores superiores a 95% na geração nascidas depois de 2010 em duas doses de vacina. A concentração geométrica de ATS IgG no do cordão umbilical aumentou com o aumento de idade da mãe (OR=0,092; p=0.001). Os recém-nascidos filhos de mães vacinadas (p<0.001), independentemente do número de doses que as suas mães tenham recebidos (p=0.222). A concentração geométrica média (GGM) de ATS IgG no adolescentes e jovens diminui com o tempo decorrido desde tma de VASPR II (OR=0.244; p=0.0001).

Conclusão: As idades de recebe de VASPR I e VASPR II poderão ter de ser alteradas por forma a adequarem-se ás mudanças epidemiologicas acontecidas e ocorridas nos finais anos em Timor-Leste e contribuírem para a elimicação do sarampo rubéola no território nacional (PENSS 2011-2030; citado por Tilman CB, 2022).

References

Brasil Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Doenças Infeciosas e Parasitárias.8. ed. revista Brasília; 2010. [Citadoem10jul2019]. Disponível:http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/doencas_infecciosas_parasitaria_guia_bolso.pdf.

Cuts FT. Kessler J. Metcalf CJE. Measles’s elimination progress: challenges and implication for rubella control. Expert Rev. Vaccines. 2013; (8-10): 917-32.

Dean AG, Sullivan KM. Sue MM. Open Epi: open-source epidemiologic statistics for public health: version 3.01. [acceded in 2023/02/10].

Moss WJ, Griffin DE. Measles. Lancet. 2012; 379: 153-64

Moss WJ. Measles. Lancet Seminar. 2017; 390 (10111): 2490-64

Strobel MP, Orenstein WA. Measles. New England Journal of Medicine. 2019. doi: 10.1056/NEJMcp1905181

Pan American Health Organization (PAHO). Measles elimination: Field Guide. 2nd ed. Washington, DC: PAHO; 2005. [Citado em 10 julho 2019]. Disponível em: http://www1.pah.org/hq/dmdocuments/2010/FiedGuide_Measles_2ndED_e.pdf

Freire LMS, Menezes FR. Sarampo e Doenças Infeciosas na Infância e Adolescência. 2a ed. Rio de Janeiro: MEDSI; 2020. P:851-83.

De Quadros CA, Irureta H, Carrasco P, Brama M, Tambini G. Progress Howard measses the regions of American. Infect Disease. 2003; 187Suppl 1: S102-10.

Ministério da Saúde, Timor Leste, Relatório Saúde, Imunização Nacional, Período Mês de Janeiro-Dezembro 2021.

PAHO/WHO. Measles, Rubella, and Congenital Rubella Syndrome Surveillance in the Americas, weekly Bulletin. Vol. 26, n.14, web in dinde 4 April 2021.

WHO. Corona Virus Approach of Process Immunization and Prevention in Geneva. http://www.who.int/covid19 on immunization program monitoring and evaluation the weekly report on November 20, 2022.

Tilman C.B et al. (2020). The Perception of Population and Health Professionals regarding the National immunization Program of Timor-Leste. Health Systems and Policy Research, ISSN 2254-9137 Vol.7 No.1:2 2020. www.imedpub.com published date may 11, 2020.

Tilman CB at al (2023). The evaluation of the epidemiological point of view to the development of measles vaccination in Timor-Leste, https://www.ajmcrr.com

Downloads

Published

2023-11-25

How to Cite

Carlos Boavida Tilman. (2023). A AVALIAÇÃO DO PONTO DE VISTA EPIDEMIOLÓGICO AO DESENVOLVIMENTO DE VACINAÇÃO SARAMPO RUBEÓLA EM TIMOR-LESTE (2023). : Research Article. American Journal of Medical and Clinical Research & Reviews, 2(12), 1–9. https://doi.org/10.58372/2835-6276.1104

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)

<< < 1 2 3